FIX IT!

Você pratica musculação mas muitas vezes não vê resultados?
Você pode estar cometendo alguns erros que podem prejudicar seus ganhos:
1-Não realizar movimentos com completa amplitude
É muito importante realizar movimentos com a amplitude total , assim conseguimos usar toda a nossa força na fase concêntrica ( onde fazemos a força ) e fase excêntrica do movimento .
2- Negligenciar algum grupo muscular
Frequentemente não gostamos de treinar esse ou aquele músculo, mas estéticamente quando
pensamos em simetria corporal, devemos pensar em melhorar nossos pontos fracos e isso inclui treinar todos os grupos musculares.
3-Treinar leve demais
Muitas vezes não utilizamos a carga ideal e nosso treino fica com baixa intensidade sendo assim menos eficaz, nosso corpo sofre adaptações e por isso é necessário mudarmos os estímulos com frequencia para que possamos ver resultados.
4- Treinar pesado demais
Quando colocamos mais carga do que aguentamos, não realizamos o movimento com total amplitude, sobrecarregamos as articulações e nossa coluna.
5-Não comer demais
Como já mencionei em posts anteriores nosso corpo precisa de carboidratos, proteínas e boas gorduras , por tanto ficar sem comer ou comer pouco impede o cresvimento muscular necessário.
Sempre faça refeições antes do treino!

5 motivos para você mudar seus hábitos alimentares

Não consigo fazer dieta,minha dieta não dá resultado. Dentre essas frases existem muitas outras que justificam o por que tudo esta dando errado.
Dietas tem começo e fim, então não é dieta é uma mudança de hábitos é um estilo de vida que você pode adotar, fazendo refeições limpas, constantes e sem muitas inveções.
Não se engane com receitas light, diet etc, não é por que é light, diet, integral e etc que você vai comer ” só mais um pouquinho”.
Não estou dizendo que você nunca mais vai comer nada mas,  se você quiser realmente ver alguma mudança o discurso é outro principalmente em relação a pular a dieta no fim de semana.
Bom então vamos aos motivos:
1- Em um  mês finais de semana representam 30% ou seja, a cada 2 dias de dieta você joga 1 fora ? A média de finais de semana no ano é de 4 meses ,  se você sair da dieta aos finais de semana  estará chutando  o balde 4 meses no ano.
2- Dietas altamente restritivas não funcionam, elas funcionarão por um determinado período e depois  param de fazer efeito e podem ser inclusive prejudiciais a sua saúde.
3- Não pule refeições de nada adianta ficar sem comer muito tempo e depois  fazer uma refeição altamente calórica, ficar muito tempo sem comer leva nosso corpo ao catabolismo.
4-Não copie dieta de outras pessoas cada pessoa tem uma necessidade diferente, um treino diferente e um objetivo diferente, copiar dietas de redes sociais, revistas e google é pura perda de tempo, principalmente se você estiver treinando e precisar de resultados específicos.
5- Sua mente desiste mais rápido que seu corpo inventar desculpas, deixar para amanhã ou ” dar-se ” ao direito sempre que quiser é mais fácil do que ter foco e disciplina.
 
Quando você tem foco e disciplina os resultados começam a aparecer e aí, eu garanto a vontade de furar a dieta será cada vez menor diante dos benefícios que você terá!
 
bjos e bons treinos

Palavra de ordem: periodização

Você  tem uma meta um objetivo definido para seus treinos? Você tem um planejamento para eles, se não siga esta dica  sobre periodização.
O que é uma periodização? Periodização é em uma linguagem mais simplista o planejamento do seu treino.
O que deve ser levado em consideração quando pensamos em periodização:
–  Objetivo; mapeamento da situação atual:
– Medidas avaliação física
-Testes específicos se necessário
-Organização do trabalho-estabelecer períodos de treinamento de acordo com os objetivos.
Feita essa primeira parte que é o mapeamento da sua situação partimos para uma segunda parte:
-Escolha correta dos estímulos : tipo de capacidade a ser trabalhada : resistência, hipertofria, velocidade, força máxima etc
-Por quanto tempo isso deve ser feito, quando deve ser trocado, reavaliado e afinado.
 
Tudo isso estando bem estabelecido fica mais fácil e coerente traçar um mapeamento individual.
A partir daí entram outras variáveis que irão ser  realizadas de acordo com as necessidades e conhecimento de cada profissional:
– Técnicas específicas de treinamento
– Tipos de exercícios
-Execução dos exercícios
-Variação de estímulos
Não esquecendo que tudo isso vem junto com a nossa linda e amada #dieta, que também deve ir de encontro aos seus objetivos, mas isso já é assunto para um próximo post.
Beijos e  Bons treinos