Cardio

Tempo de leitura: 1min

Quer fazer cardio, mas falta aquele empurrãozinho?
Então essas dicas vão te ajudar:
• Utilize menos tempo e maior intensidade como por exemplo os famosos treinos HIIT
• Varie os equipamentos o HIIT pode ser feito em esteiras, eliptical, bicicleta corda e muito mais
• Mantenha-se hidratada- a água é o meio de transporte utilizado pelo organismo para movimentar as diversas moléculas entre seus distintos compartimentos corporais. A água também participa na formação e na estruturação de tecidos corporais como os músculos.
• Capriche na play list
• Faça o cardio sempre após o treino de musculação ou em dias alternados

Exercícios Físicos e Gravidez

Tempo de leitura: 2min

Motivada por uma querida aluna que está grávida decidi fazer este post para falar sobre atividades físicas e gravidez.
Se sua gravidez  for completamente saudável e se seu médico liberar a prática de atividades físicas não há porque não praticá-las.

Algumas observações devem ser feitas:
Gestantes que já praticavam atividades físicas anteriormente podem e devem continuar praticando, porém com menor intensidade.
Algumas considerações para que você possa começar a praticar atividades físicas:
• Gestantes devem realizar exercícios de resistência de forma controlada e lenta.
• Durante a prática de atividades físicas deve se controlar os batimentos cardíacos da gestante a frequencia deve ser mantida no máximo a 140 bpms
• Deve se controlar a pressão da gestante
• Deve se trabalhar exercícios posturais afim de evitar dores nas costas principalmente lombares.
• Evitar exercícios com alto impacto

Postem suas dúvidas!
Bjos

Os 10 mandamentos para não colocar tudo a perder

Tempo de leitura: 3min

Parece básico mas não é volta e meia estamos inventando alguma desculpa e pronto!
Lá se vai nosso e treino e nossa dieta por água abaixo, por issi preparei então algumas dicas para não cairmos em tentação:

Dieta
• Não fique mais de 3 horas sem comer.
• Suplementos não substituem refeições.
• Barrinhas não são refeições!
• Não treine de barriga vazia.
• Tenha sempre opções de boas refeições com você, na rua fatalmente você NÃO vai achar nada da sua dieta!

Treino
• Não troque a ordem dos exercícios no treino.
• Não pule ou substitua exercícios sem prévia orientação.
• Não compense o treino perdido ou seja: se perdeu o treino de perna de ontem e hoje vai treinar ombro não adianta fazer um mix dos 2 e treinar. Peça para um professor adaptar seu treino.
• Treino não compensa a jacada, no máximo vai te deixar com corpo igual sem nenhuma evolução.
• Você não é mais coitadinha (o) que ninguém, todos tem filhos família e trabalho então nada disso é desculpa, não se sabote.

Beijos e bons treinos!

Fonte: www.maminforma.com.br

Retenção de líquidos

Tempo de leitura: 4min

Oi pessoal hoje resolvi falar de um assunto que incomoda muita gente, a retenção de líquidos que está diretamente ligada a prática de exercícios físicos e a uma dieta balanceada.
Como atleta acho de extrema importância observarmos todos os fatores que podem causar ganhos ou perdas durante a preparação, por isso acho legal importarmos esse conceito para o nosso dia a dia.
Quando iniciamos uma dieta, logo queremos ver mudanças mas muitas vezes ao subirmos na balança nós deparamos com uma variação de 1 ou 2 kg, isso pode acontecer pois muitas vezes estamos retendo líquidos

A retenção acontece quando o organismo deixa de eliminar os líquidos ingeridos e passa a acumulá-los entre as células do organismo. Fatores como uso de alguns medicamentos, como pílula, cortisona e antiinflamatórios, consumo de alimentos ricos em sódio, como salgadinhos, conservas, azeitona, bacon, batata frita e ingestão reduzida de água.

Como sei que estou retido?
Marcas das meias, pernas doloridas ao final do dia… Se você puder realizar uma avaliação física também é interessante.

DICAS:

1. Evite alimentos com muito sal e sódio, enlatados e embutidos
2. Consuma alimentos ricos em água e aumente o consumo de água também
3. Consuma verduras verdes escuras e suplementos ricos em vitamina
4. Pratique atividade física pelo menos 30 min
5. Cafeína álcool e nicotina aumentam a retenção
6. Evite carboidratos simples eles são transformados em glicose e armazenados no organismo sob a forma de glicogênio para geração de energia. Para ser retida no corpo, uma molécula de água deve ligar-se a glicose. Quanto mais carboidratos armazenados você tiver, mais pesada e inchada vai se sentir.

Lembrando isso são apenas dicas, procure um profissional para lhe orientar!

Fonte: www.maminforma.com.br

Agulhamento seco

Tempo de leitura: 3min

E no post da semana venho falar sobre uma técnica que estou utilizando muito durante a temporada de 2014, é o agulhamento seco.

Pra quem não acompanha meu histórico estou com uma contratura muscular nas costas e tive excelentes resultados com esse tratamento, então pedi ao meu fisioterapeuta Douglas Gil do Instituto Vita para que nos explicasse melhor a respeito:

Uma nova técnica de fisioterapia manipulativa baseada em estudos e evidências científicas chamada de AGULHAMENTO SECO ou DRY NEEDLING, está fazendo muito sucesso nas clínicas por promover um grande alívio para os pacientes que sofrem de dores musculares.

Utiliza-se as mesmas agulhas da acupuntura que são inseridas nos pontos gatilhos de dor em diferentes partes do corpo, como trapézio, quadríceps, cervical, lombar, dorsal e até face.
As agulhas aplicadas nos pontos gatilhos desencadeiam a diminuição da dor e promovem o relaxamento da tensão muscular, além de diferentes reações fisiológicas e mecânicas.
É como realizar uma pressão provocando a liberação do espasmo e a melhora da oxigenação do tecido muscular. Essa técnica já é conhecida como “Digito pressão em pontos gatilhos de dor”.

A grande vantagem do agulhamento é promover um resultado melhor e bem menos doloroso para o paciente, tornando-se mais atrativo.
Desenvolvida na Austrália, é muito diferente da acupuntura que utiliza os meridianos corporais e a busca do equilíbrio energético entre o Yin e Yang.

Entre outras diversas indicações, a técnica pode ser utilizada no tratamento de dores e contraturas musculares, enxaquecas, fibromialgias, LER e DORT, cervicalgias, lombalgias e em diferentes partes do corpo que apresentem lesão de origem muscular.